STF PODE EVITAR PRISÃO DE LULA, MAS NÃO SUA INABILITAÇÃO

afogados-ingazeira,concurso,agente-transito-prefeitura-de

Apesar de o STF poder, em tese, evitar que o ex-presidente Lula seja preso em caso de condenação pelo juiz Sergio Moro e confirmação da sentença pelo TRF-4, a Suprema Corte não reverte uma eventual inabilitação eleitoral de Lula à presidência da República em 2018; "A possibilidade de Lula escapar da Lei da Ficha Limpa com base em liminar do STF, como imaginam setores do PT, é considerada remota. Por ela, se condenado em segunda instância, o ex-presidente não poderá ser candidato em 2018", afirma a colunista Monica Bergamo.

O Supremo Tribunal Federal pode, em tese, evitar que seja preso de imediato, caso o juiz Sergio Moro o condene na Justiça Federal de Curitiba e a sentença seja confirmada pelo Tribunal Regional Federal da 4ª Região (TRF-4). 

Segundo a colunista Monica Bergamo, pelo menos cinco ministros tenderiam a adotar essa conduta: Marco Aurélio de Mello, Celso de Mello, Ricardo Lewandowski, Gilmar Mendes e Dias Toffoli. 

No entanto, a decisão do STF não reverte uma eventual inabilitação eleitoral de Lula, à presidência da República em 2018. 

"A possibilidade de Lula escapar da Lei da Ficha Limpa com base em liminar do STF, como imaginam setores do PT, é considerada remota. Por ela, se condenado em segunda instância, o ex-presidente não poderá ser candidato em 2018", afirma a colunista da Folha."Fonte: brasil247"

Comentários

Anterior Proxima Página inicial